Ataque com carro-bomba deixa 1 soldado morto e 3 civis feridos na Somália

Mogadíscio, 15 dez (EFE).- Um soldado morreu e três civis ficaram feridos nesta quinta-feira após um ataque com carro-bomba contra um popular restaurante de Mogadíscio, que fica perto do Teatro Nacional e do Palácio Presidencial.

Fontes de segurança disseram à Agência Efe que o ataque tinha como objetivo matar Mohammed Dahir, um oficial da polícia que sobreviveu ileso ao atentado contra o restaurante, muito frequentado por jornalistas que estão no país.

A milícia islamita radical Al Shabab intensificou os ataques na capital da Somália por causa das eleições legislativas que estão ocorrendo no país e que serão encerradas com a escolha do novo presidente no dia 28 de dezembro.

Foi o segundo atentado com carro-bomba registrado nos últimos dias em Mogadíscio. Os jihadistas costumam atacar locais públicos e instituições políticas na capital.

No último domingo, 32 pessoas morreram depois de o Al Shabab detonar um caminhão-bomba no porto de Mogadíscio, surpreendendo vários operários que chegavam para trabalhar de manhã.

Os jihadistas anunciaram em 2012 a adesão formal à Al Qaeda e passaram a lutar pela criação de um estado islâmico de tendência wahabbista na Somália, controlando grandes extensões territoriais no sul e no centro do país.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos