Bombardeio da aviação iraquiana perto de Mossul mata 70 terroristas

Erbil (Iraque), 16 dez (EFE).- Pelo menos 70 membros do grupo terrorista Estado Islâmico (EI) foram abatidos em um bombardeio da aviação em uma cidade ao oeste de Mossul, informou o Exército do Iraque nesta sexta-feira.

Entre os mortos há 20 líderes jihadistas, seus seguranças e outros acompanhantes, segundo um comunicado militar, que qualificou o ataque como "um grande golpe" à organização radical. A aviação atacou uma "reunião de líderes" do EI em Tabaad, ao oeste de Tall Abtah, localizada ao oeste de Mossul, principal reduto do EI no Iraque.

A nota acrescentou que nesse encontro, os líderes estavam planejando ataques contra as forças iraquianas da região e que atualmente cercam a cidade de Tal Afar, cerca de 60 quilômetros ao oeste de Mossul.

Em 17 de outubro, as tropas iraquianas e curdas lançaram uma grande ofensiva para tentar recuperar a província de Ninawa e sua capital, Mossul, que foi tomada pelos terroristas em 2014. A aviação iraquiana apoia às tropas terrestres, que contam também com o respaldo das milícias xiitas "Multidão Popular", enviadas ao oeste de Mossul.

Além disso, os aviões da coalizão internacional, liderada pelos EUA, participam da campanha militar contra os jihadistas.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos