Criança de 12 anos é investigada por colocar explosivos em mercado alemão

Berlim, 16 dez (EFE).- O Ministério Público alemão anunciou nesta sexta-feira a abertura de investigações após ter sido encontrada uma bomba em um mercadinho em Ludwigshafen (oeste), supostamente, colocada por uma criança de 12 anos, de acordo com a revista "Focus".

O porta-voz do órgão em Karlsruhe, Stefan Biehl, se limitou a confirmar o início das investigações, mostrando que trata-se de um crime grave, mas evitou dar mais detalhes sobre o caso.

O suposto crime investigado é o de preparação de um ataque violento grave contra a segurança do Estado.

A revista "Focus" tinha informado pouco antes, citando fontes das forças de segurança, que o suspeito era um jovem de 12 anos germânico-iraquiano "fortemente radicalizado" que acredita-se que foi captado ou influenciado por um "membro desconhecido" do Estado Islâmico".

O menor, com a autorização de seus pais, foi entregue aos serviços sociais.

Os fatos investigados ocorreram em 26 de novembro, no sábado do primeiro fim de semana de advento, quando são abertos os mercadinhos natalinos e a afluência de público é grande.

O menor depositou a bomba no mercadinho, mas esta não explodiu.

Em 5 de dezembro, o jovem tratou de voltar a colocar o explosivo entre arbustos junto à Prefeitura de Ludwigshafen, desta vez dentro de uma mochila, mas então um transeunte viu algo suspeito e alertou à polícia.

A Polícia informou do achado deste explosivo em 5 de dezembro, que obrigou a fechar a zona temporariamente, e apontou que um menor poderia estar envolvido.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos