EUA intensificam ataques em Palmira após retorno do Estado Islâmico

Washington, 16 dez (EFE).- A aviação dos Estados Unidos está intensificando seus ataques aéreos contra posições do Estado Islâmico (EI) na cidade histórica de Palmira, na Síria, que os jihadistas voltaram a dominar, informou nesta sexta-feira o Pentágono.

O Comando Central, encarregado das operações no Oriente Médio, explicou em comunicado que nesta quinta-feira os EUA realizaram dez ataques contra peças de artilharia e posições do EI, que voltou a se fortalecer em uma local de grande importância estratégica na Síria, além de terem apreendido equipamentos militares.

"Deixamos claro que vamos destruir todo equipamento militar antes que se transforme em uma ameaça para nossas operações contra o EI", ressaltou o porta-voz da missão militar americana contra os jihadistas, o coronel John Dorrian.

Segundo o Pentágono, os bombardeios destruíram 14 tanques e três peças de artilharia que tinham caído nas mãos do EI quando o grupo tomou de novo a base militar de Tiyas do controle das forças armadas sírias do presidente Bashar al Assad.

No domingo passado, o EI voltou a tomar posições em Palmira, no meio do caminho entre o oeste sírio e as fronteiras com a Turquia e Iraque, deslocando forças leais a Assad e aproveitando o mau tempo que reduziu o impacto dos ataques aéreos russos, aliados de Damasco.

Fontes anônimas do Pentágono indicaram a vários veículos de comunicação americanos que temem que os jihadistas, em seu retorno a Palmira, tenham tomado o controle de três mísseis terra-ar de fabricação russa.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos