Milhares de haitianos marcham contra suposta fraude eleitoral

Porto Príncipe, 16 dez (EFE).- Milhares de pessoas tomaram nesta sexta-feira as ruas da capital do Haiti em uma nova manifestação de protesto contra o Conselho Eleitoral Provisório (CEP), por seu suposto manejo fraudulento dos resultados das eleições para a Presidência do dia 20 de novembro.

Os ex-candidatos Maryse Narcisse e Moise-Jean Charles lideraram a passeata, que saiu do centro de Porto Príncipe com destino à sede do CEP, no setor de Petionville.

Os manifestantes se mostraram muito agressivos durante a marcha; muitos deles gritavam que vão "queimar parte do país".

A manifestação aconteceu um dia depois que o tribunal eleitoral suspendeu uma audiência sobre as impugnações contra os resultados das votações, pedidas por Narcisse, Charles e o também ex-candidato Jude Celestin.

O CEP deve anunciar os resultados definitivos das eleições no dia 29 de dezembro próximo.

Os dados preliminares das votações divulgados pelo CEP apontam como ganhador o candidato do Partido Haitiano Tet Kale, Jovenel Moise, que teria obtido 55,67% dos votos.

Se confirmado pelo CEP o resultado preliminar não seria necessário realizar um segundo turno, previsto para janeiro próximo. EFE

rsl/ma

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos