Opositor acredita que evacuação de Aleppo será retomada nas próximas horas

Beirute, 16 dez (EFE).- Uma fonte da opositora sala de operações Al Rashidin, que colabora na coordenação da evacuação de Aleppo, suspensa nesta manhã, afirmou nesta sexta-feira há negociações para desbloquear a situação e que haverá um anúncio nas próximas horas.

"Se Deus quiser, haverá um anúncio sobre a continuação da evacuação nas próximas horas. Atualmente há negociações entre as partes", comentou.

A fonte acusou "as milícias iranianas e os seguidores de (Bashar) al-Assad" de interromperem a evacuação e de terem retido 800 pessoas que tinham saído dos bairros sitiados.

Segundo esta fonte, até o momento em que a evacuação foi suspensa, mais de sete mil pessoas tinham abandonado a região assediada de Aleppo, entre as quais havia 130 feridos, alguns transferidos diretamente a hospitais da Turquia. Acrescentou que entre 50 mil e 70 mil pessoas permanecem nos distritos sitiados.

As milícias iranianas, de acordo com a fonte, pararam a evacuação por interesses nos povoados de maioria xiita Fua e Kefraya, localizados na província vizinha de Idlib e rodeados por grupos islâmicos e rebeldes.

Anteriormente, o Observatório Sírio de Direitos Humanos tinha detalhado que a operação foi interrompida depois que milicianos leais ao presidente Al-Assad forçaram a suspensão em protesto pelo descumprimento do acordo firmado entre as partes.

Esses milicianos são originais de Fua e Kefraya, onde estava prevista a evacuação de doentes e feridos, já que é ponto contido no acordo sobre Aleppo a pedido do Irã, aliado do governo de Damasco.

Por outro lado, o Observatório e a televisão síria asseguraram que o comboio com evacuados que as autoridades sírias mantinham retido desde a suspensão da evacuação pôde retornar aos distritos assediados de Aleppo.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos