Turquia prende 7 suspeitos de envolvimento em atentado contra ônibus

  • Xinhua

    Atentado suicida com carro-bomba matou ao menos 13 militares na cidade de Kayseri

    Atentado suicida com carro-bomba matou ao menos 13 militares na cidade de Kayseri

As autoridades da Turquia prenderam sete pessoas e ainda procuram outras cinco acusadas de envolvimento no atentado suicida com carro-bomba neste sábado que provocou a morte de 13 militares na cidade de Kayseri, deixando 55 feridos, 12 deles em estado grave.

O ministro do Interior da Turquia, Süleyman Soylu, anunciou que as autoridades já sabem que foi o autor material do ataque contra um ônibus de transporte urbano que levava vários soldados autorizados a deixar o quartel para fazer compras hoje.

"Que nosso povo tenha como certo que puniremos os terroristas", afirmou o ministro.

Mais cedo, o presidente da Turquia, Recep Tayyip Erdogan, tinha atribuído aos grupos rebeldes turcos a autoria do atentado. Já o vice-presidente do país, Numan Kurtulmus, foi direto ao acusar o Partido dos Trabalhores do Curdistão (PKK) pelo ataque.

Reuters
O ônibus era um veículo de transporte urbano civil que foi atacado quando efetuava uma parada perto de um campus universitário

Kurtulmus afirmou que o tipo de explosivo usado em Kayseri é parecido ao utilizado no atentado do último sábado, em Istambul, que matou 44 pessoas. Os Falcões da Liberdade do Curdistão, grupo radical que rompeu com o PKK, assumiram a autoria do ataque.

Segundo as autoridades turcas, o ônibus era um veículo de transporte urbano civil que foi atacado quando efetuava uma parada perto de um campus universitário, em uma avenida no qual também está um complexo de quartéis militares.

Pelo fato de o ataque ter ocorrido no sábado, não havia estudantes na região e o trânsito também era pouco intenso.
 

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos