China diz que capturou drone dos EUA por segurança e confirma que o devolverá

Pequim, 18 dez (EFE).- O Ministério da Defesa da China disse que a captura de um drone submarino americano por parte de um de seus navios militares se deveu a motivos de segurança e confirmou que devolverá o aparelho em resposta ao pedido do Pentágono.

Em comunicado divulgado no final do sábado, o porta-voz do Ministério da Defesa chinês Yang Yujun acusou também o Pentágono de "exagerar" o incidente ocorrido nesta quinta-feira em águas do mar da China Meridional, algo que considerou "inadequado".

O Departamento de Defesa americano afirmou neste sábado que tinha chegado a um "entendimento" com Pequim para a devolução desse veículo não tripulado que, segundo Washington, se dedicava a trabalhos de pesquisa científica.

Yang explicou que um barco chinês que navegava pelo mar da China Meridional localizou na tarde da quinta-feira um aparelho não identificado e, para evitar que causasse algum dano à embarcação ou seus tripulantes, decidiu examiná-lo "de maneira profissional e responsável".

Uma vez realizadas essas comprovações, acrescentou o porta-voz chinês, se verificou que se tratava de um drone submarino dos Estados Unidos, por isso que, após entrar em contato com a parte americana, as autoridades do país aceitaram devolvê-lo.

O porta-voz de Defesa chinês lamentou que o Pentágono tornasse público o assunto "de forma unilateral" e "exagerando", o que, afirmou, não ajudou a resolver a disputa.

Yang criticou, além disso, que os EUA estão há algum tempo enviando navios e aviões de combate para realizar trabalhos de reconhecimento em águas chinesas.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos