"Esperamos 15 horas no frio para sair de Aleppo", relata evacuado na Síria

Beirute, 19 dez (EFE).- "Estivemos esperando cerca de 15 horas sob o frio para poder sair da zona assediada do leste de Aleppo", relatou à Agência Efe Abu Jaafar, uma das pessoas que deixaram nesta segunda-feira a zona sitiada do leste da população síria em direção a áreas sob o controle dos rebeldes no oeste da província.

Abu Jaafar disse por telefone que estava aguardando desde as 15h local de ontem (11h, em Brasília) para poder sair dos bairros sitiados pelo Exército do leste da cidade.

"Esperamos das 15h às 5h local (1h, em Brasília) de hoje, que foi quando entramos no ônibus, e depois esperamos mais uma hora a bordo", acrescentou.

Finalmente, o veículo no qual viajava este morador de Aleppo partiu por volta das 6h local (2h, em Brasília) e demorou outra hora para alcançar "as zonas liberadas", prosseguiu, em referência às zonas em mãos dos insurgentes no oeste e sul da província.

"Vi gente que ficou muito doente por este frio, além de que levávamos dias sem comer pelo assédio, portanto havia doentes muito frágeis", lamentou Abu Jaafar, que afirmou que todos suportaram temperaturas sob zero.

No entanto, para ele, o pior foi o medo que viveram. "O tempo todo, tentaram (os soldados governamentais) deter a operação, aumentar seus pedidos e acabar com a trégua".

Além disso, "temíamos que acontecesse o que ocorreu com o grupo anterior (de evacuados) ao nosso, já que fizeram todas as pessoas descerem do ônibus, as obrigaram a se jogar no solo para revistá-las e expropriaram o dinheiro e os móveis", afirmou.

A operação de evacuação de Aleppo foi retomada hoje após um acordo entre as partes, depois que fora suspensa na sexta-feira.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos