Príncipe Harry admite que já não renega sua posição real

Londres, 19 dez (EFE).- O príncipe Harry, neto da rainha Elizabeth II e um dos membros mais carismáticos da família real britânica, admitiu que não renega mais sua posição e quer fazer algo construtivo com sua vida através de trabalhos beneficentes.

Em um documentário que será trasmitido nesta segunda-feira pela emissora "ITV", o filho do príncipe Charles e da princesa Diana reconhece, além disso, que "ser bom" é mais divertido.

O príncipe, que centrou há alguns anos a atenção midiática por sua preferência por festas, admite que está comprometido em "fazer algo positivo" de sua vida, o que o levou a criar uma organização beneficente que ajuda crianças com Aids em Lesoto.

Aos 32 anos e quinto na linha de sucessão ao trono do Reino Unido, Harry confessou que no passado tratava de "passar a bola", mas assegura que agora seu ponto de vista é "muito, muito diferente".

"Lutava contra o sistema dizendo 'não quero ser esta pessoa, minha mãe morreu quando eu era muito, muito pequeno e não quero estar nesta posição'".

Diana morreu em um acidente de carro em Paris em 31 de agosto de 1997.

"Agora estou cheio de energia, vejo a sorte de estar em uma posição na qual posso fazer a diferença", diz o filho mais novo de Charles ao programa da "ITV", que centra sua atenção no trabalho humanitário que desempenha em Lesoto.

Harry fundou em 2006 junto ao príncipe Seisso de Lesoto a ONG "Sentebale" ("Não me esqueça") para ajudar os milhares de menores afetados pelo vírus da Aids nesse país africano.

"As histórias positivas são as que comovem o povo a cada dia. É divertido ser bom", disse o príncipe.

No documentário também aparece o músico Elton John, que manteve uma amizade com Diana e elogia o trabalho de Harry.

"Se sua mãe estivesse viva, seguiria desenvolvendo as tarefas (humanitárias) que fazia e ele continua com essa tradição da melhor maneira que pode", sustenta o artista.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos