Argentina e Colômbia querem aproximação entre Mercosul e Aliança do Pacífico

Buenos Aires, 20 dez (EFE).- Delegações dos governos de Argentina e Colômbia se reuniram em Buenos Aires para avançar na agenda bilateral e, entre outros assuntos, reiteraram seu compromisso em aprofundar os vínculos entre o Mercosul e a Aliança do Pacífico, informaram nesta terça-feira fontes oficiais argentinas.

"Ambos os países destacaram a importância da relação bilateral e o interesse em aprofundar os vínculos comerciais bilaterais", explicou o Ministério das Relações Exteriores argentino em uma nota de imprensa.

O encontro esteve liderado pelo diretor de Integração Econômica do Ministério de Comércio, Indústria e Turismo da Colômbia, Andrés de la Cadena, e por funcionários dos Ministérios das Relações Exteriores, Produção e Agroindústria da Argentina.

Marcada pelo âmbito comercial, a reunião evidenciou o interesse dos dois Estados em seguir trabalhando pela aproximação entre o Mercosul, que é integrado por Brasil, Argentina, Uruguai e Paraguai, e a Aliança do Pacífico, formada por Chile, Colômbia, México e Peru.

A última vez que o tema foi discutido publicamente foi na sexta-feira passado, quando o presidente da Argentina, Mauricio Macri, e a chefe de Estado do Chile, Michelle Bachelet, reiteraram sua intenção de promover os acordos entre os dois blocos de integração.

Após a reunião com as autoridades do Executivo de Juan Manuel Santos, a Argentina "manifestou interesse em recuperar os volumes de comércio bilateral, especialmente em produtos de maior valor agregado, a fim de seguir avançando para uma relação mais moderna, complexa e abrangente", explicou o Ministério das Relações Exteriores argentino.

Além disso, o governo argentino enfatizou a "importância" que o mercado colombiano tem para o país e reiterou sua vontade de conseguir no curto prazo uma "melhora substancial" no comércio entre ambas as nações, e manifestou a "disposição" do país de avançar rumo a um programa de apoio ao desenvolvimento agropecuário colombiano, "que tem um enorme potencial no cenário pós-conflito" com a guerrilha das Farc.

A Colômbia, por sua vez, e segundo o texto divulgado, ressaltou os "esforços" que está realizando para desenvolver seu "potencial exportador" para a Argentina e mostrou satisfação pelo aumento do turismo binacional.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos