Autor do tiroteio em centro islâmico de Zurique era suíço e cometeu suicídio

Genebra, 20 dez (EFE).- O autor do tiroteio ocorrido na segunda-feira em um centro islâmico de Zurique era um suíço de 24 anos com origens ganesas que um dia antes tinha assassinado um amigo e deixou rastros de DNA na vítima, o que permitiu a identificação.

O homem se suicidou poucas horas depois do tiroteio na mesquita, onde rezam principalmente somalis e eritreus, informou em entrevista coletiva Christine Lentjes Meili, representante da Polícia Criminal de Zurique. O corpo do atirador foi encontrado por um pedestre perto da estação central de Zurique, às margens do rio Sihl.

As investigações determinaram que não há nenhum vínculo entre o autor do tiroteio e o terrorismo, dado que não há indícios relacionados com o Estado Islâmico (EI) nem com a radicalização islamita, disse a promotora Françoise Stadelmann.

O que se sabe do autor é que ele mostrou um "grande interesse no ocultismo", após serem achados em seu apartamento "símbolos e espaços" dedicados às ciências ocultas. Também foi determinado que ele trabalhou em uma "loja" e que deixou o cargo na sexta-feira.

Ainda não se sabe por que o suíço escolheu especificamente esse centro de culto muçulmano em Zurique nem qual era o motivo da atuação ou se mantinha alguma relação com as pessoas que havia dentro da mesquita, o que está sendo investigando.

O homem abriu fogo no interior do centro de culto contra as pessoas que se reuniam após a reza e deixou três feridos, dois em estado grave. As três vítimas foram internadas em um hospital e operadas com urgência. Os primeiros boletins médicos indicam que todas estão fora de perigo, segundo Meili.

O atirador tinha matado no domingo em um parque infantil em Zurique um amigo próximo, um suíço com raízes sul-americanas e da mesma idade aproximadamente, com quem teve diferenças há algum tempo.

As perícias e a análise do Instituto de Medicina Legal das amostras de DNA que foram encontradas no local do assassinato levaram a polícia na segunda-feira a esse suíço que vivia na cidade de Uster, perto de Zurique.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos