Morrem 4 policiais em tiroteio com homens entrincheirados no sul da Jordânia

Amã, 20 dez (EFE).- Pelo menos quatro integrantes das forças de segurança da Jordânia morreram nesta terça-feira em uma troca de tiros com homens armados que se entrincheiraram em um edifício da cidade histórica de Al Karak, no sul do país.

A agência de notícias oficial "Petra" informou sobre a morte dos agentes e detalhou que os homens armados não têm relação com o grupo que se entrincheirou no último domingo na cidadela histórica de Al Karak, em uma ação que terminou com 14 mortes, entre eles sete policiais.

O Departamento de Segurança Nacional da Jordânia informou em comunicado que os criminosos abriram fogo contra os policiais, que neste momento fazem um cerco aos agressores.

O grupo jihadista Estado Islâmico (EI) reivindicou hoje a autoria do ataque de domingo e detalhou que seus homens atacaram uma patrulha de polícia e depois uma delegacia, onde mataram vários "apóstatas". Mais tarde, os terroristas se refugiaram na cidadela de Al Karak, onde havia vários cidadãos "de países da aliança das cruzadas".

A Jordânia participa da coalizão militar de mais de 50 países que atua contra os jihadistas na Síria e no Iraque.

Até agora, o reino hachemita se manteve relativamente estável e não sofreu ações terroristas em comparação com seus países vizinhos, mas está no ponto de mira por sua participação na coalizão antijihadista liderada pelos Estados Unidos.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos