Obama oferece a Merkel apoio para investigar atentado em Berlim

Berlim, 20 dez (EFE).- O presidente americano, Barack Obama, falou nesta terça-feira por telefone com a chanceler alemã, Angela Merkel, e ofereceu todo o apoio de seu país para o esclarecimento do atentado terrorista ocorrido em Berlim, no qual morreram 12 pessoas.

Em comunicado, o governo alemão informou que Obama transferiu a Merkel suas condolências pelo ataque contra um dos mercadinhos natalino do centro da capital, que foi invadido por um caminhão que atropelou os presentes.

Obama pediu à chanceler que comunicasse seu pêsame aos familiares das vítimas e disse acreditar em uma pronta recuperação dos cerca de 50 feridos transferidos ontem à noite a hospitais.

Em um comparecimento institucional, Merkel confirmou hoje que tudo aponta para um atentado terrorista e rejeitou viver "com medo" após o ataque, "especialmente repugnante" se for confirmado que o responsável é um solicitante de asilo.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos