Polícia alemã fala de um "suposto atentado terrorista" em Berlim

Berlim, 20 dez (EFE).- A polícia de Berlim informou nesta terça-feira que o caminhão que atropelou ontem os visitantes de uma feira natalina no centro da cidade, deixando 12 mortos, "foi conduzido deliberadamente em direção a multidão" e falou pela primeira vez de um "suposto atentado terrorista".

"Toda ação policial contra o suposto atentado terrorista em Breitscheidplatz continua a toda velocidade e com o cuidado necessário", manifestou através de sua conta oficial no Twitter.

As forças de segurança alemãs têm mantido desde o início uma grande cautela antes de classificar oficialmente como ataque terrorista os incidentes de ontem à noite no centro da capital alemã.

No entanto, o próprio ministro do Interior da Alemanha, Thomas de Maizière, reconheceu de madrugada, após receber informação dos primeiros indícios de que se tratava de um ataque terrorista.

Entre outros elementos está a identidade do detido, onde vários veículos de imprensa informaram de forma coincidente que se trata um afegão ou paquistanês que chegou na Alemanha em fevereiro deste ano, como um requerente de asilo.

O incidente ocorreu por volta das 20h15 (horário local, 17h15 em Brasília), quando um caminhão invadiu a Praça Breitscheidplatz, eixo da antiga zona oeste da cidade.

O caminhão percorreu cerca de 50 metros do tradicional mercado de rua e destruiu em sua passagem decorações natalinas e barracas de comida, enquanto atropelava vários visitantes.

Um total de 48 pessoas ficaram feridas, algumas delas com gravidade, e foram levadas para diversos hospitais da região.

A segurança foi reforçada em torno do local do incidente e foi pedido aos moradores que fiquem em suas casas e deixem livres as vias de acesso para as ambulâncias e os viaturas dos bombeiros.

Em julho, a Alemanha foi palco de dois ataques jihadistas, onde morreram os dois terroristas (um menor refugiado afegão em um trem de cercanias em Wurzburg e um solicitante de asilo sírio em Ansbach) e cerca de 20 pessoas ficaram feridas.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos