Explosão em mercado de fogos no México deixa 31 mortos, diz procurador

México, 21 dez (EFE).- A explosão em um mercado de fogos de artifício ontem em Tultepec, na região do México, deixou até o momento 31 mortos, 60 feridos e 12 desaparecidos, disse nesta quarta-feira o procurador-geral do Estado do México, Alejandro Gómez.

"Foram reconhecidos até este momento 13 corpos, e restam reconhecer 18", declarou Gómez em entrevista à emissora "Televisa.

O procurador especificou que entre os mortos estão 14 homens - sete menores de idade e sete adultos - e 16 mulheres - uma menor de idade e 15 adultas -, e indicou que do último corpo só foram encontrados destroços, o que dificulta a identificação.

Sobre os 60 feridos, 47 foram levados ao hospital, dos quais nove já receberam de alta, e quatro foram atendidos no local da explosão.

"Temos um saldo de 12 pessoas não localizadas ou desaparecidas, que os familiares dizem que provavelmente estavam no local", disse Gómez.

O incidente, que pelo número de vítimas já é uma das maiores tragédias causadas por uma explosão no México, começou minutos antes das 15h (hora local, 19h de Brasília) no Mercado de Pirotecnia de San Pablito.

Gómez explicou que a prioridade agora é "atender os feridos e realizar a identificação de corpos", mas que peritos da Procuradoria-Geral de Justiça do Estado do México (PGJEM) trabalham no local para descobrir as causas da explosão.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos