Repetição do voto em um distrito decidirá resultado eleitoral na Macedônia

Skopje, 21 dez (EFE).- A repetição do voto em um distrito eleitoral no próximo domingo pode mudar o resultado das eleições gerais realizadas na Macedônia no último dia 11.

A Corte Administrativa aceitou ontem à noite vários recursos e ordenou a repetição da votação no distrito de Tearce, na região de Tetovo (norte da Macedônia), decisão que a Comissão Eleitoral aceitou nesta quarta-feira.

A votação poderia mudar o resultado das eleições antecipadas do dia 11, na qual o governante partido conservador VMRO-DPMNE obteve apenas duas cadeiras a mais que a opositora União Social-Democrata da Macedônia (SDSM).

Os primeiros resultados publicados pela Comissão Estatal Eleitoral (SEC) deram à Organização Revolucionária Interna da Macedônia-Partido Democrático para a União Nacional Macedônia (VMRO-DPMNE) do ex-primeiro-ministro Nikola Gruevski 51 cadeiras e à SDSM 49 sobre um total de 120 vagas no parlamento.

Após as eleições, vários partidos apresentaram recursos perante a SEC que foram rechaçados, com a exceção do citado distrito eleitoral.

O líder do VMRO-DPMNE, Nikola Gruevski, anunciou nesta semana que não aceitará os resultados da repetição, depois que seu partido acusou abertamente o embaixador dos Estados Unidos em Skopje, Jess Baily, de ter interferido no trabalho da SEC quando esta invalidou a votação do distrito em questão.

O VMRO-DPMNE organizou manifestações diante do escritório da SEC nas quais lançou palavras de ordem contra o embaixador dos Estados Unidos, cujo mandato começou durante a administração de Obama, e gritos de apoio ao presidente eleito, Donald Trump.

Gruevski antecipou que VMRO-DPMNE não permitirá ao líder do SDSM, Zoran Zaev, formar um novo governo caso vença, e anunciou que bloqueará o trabalho de todas as instituições do Estado, que "não têm a legitimidade dos cidadãos".

A votação do próximo domingo pode dirigir unicamente a um empate de 50 deputados.

No último dia 11, os conservadores obtiveram em Tearce quatro votos a mais que os social-democratas.

No total, na cidade há 714 pessoas com direito a voto, das quais só 404 votaram há duas semanas.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos