Sonho infantil é transformado em parque de Natal na Croácia

Vesna Bernardic.

Grabovnica (Croácia), 22 dez (EFE).- O que começou há 15 anos sendo uma decoração natalina privada de um morador de Grabovnica, perto de Zagreb, capital da Croácia, se transformou em um espetáculo com dois milhões de luzes que atrai dezenas de milhares de turistas.

Árvores de Natal, fadas, Papai Noel, um trenó com suas renas, ursinhos, duendes, anjos e muitas outras figuras compõem o autêntico parque de atrações criado por Zlatko Salaj em seu sítio, a uma hora de viagem em carro desde a capital croata.

A mágica cena iluminada impressiona de longe, já ao se aproximar de carro pela fria planície de inverno, envolvida em escuridão desde as cinco da tarde.

Salaj contou à Efe sua origem humilde e como quando criança sonhava em ter uma árvore de Natal bem decorada, com muitas luzinhas.

O sonho começou a se cumprir em 2001, quando retornou à Croácia após 19 anos trabalhando no exterior.

"Acendi por gosto próprio 70 mil lampadazinhas no jardim, o que para esta região era uma sensação", relembrou.

Seus vizinhos, admirados pelo espetáculo incomum, perguntavam se podiam entrar no sítio para vê-lo melhor e se no ano seguinte voltaria a montar o cenário.

"Me perguntavam se no ano que vem ia pôr mais luzinhas ainda. Pus 100 mil, depois mais e mais, e este ano acendemos mais de dois milhões de lampadazinhas", afirmou Salaj.

No ano passado mais de 100 mil pessoas visitaram seu sítio e Salaj prevê para este ano um aumento de 40% das visitas.

Os turistas vêm sobretudo da Croácia e dos países vizinhos, mas também cada vez mais grupos organizados surgem de Alemanha, Grã-Bretanha, Japão e inclusive dos Estados Unidos.

"Gosto de tudo, porque há muitas luzinhas", disse à Agência Efe um menino de cinco anos que com seus pais chegou da vizinha Eslovênia.

Tena e Drazen, um jovem casal que veio da cidade oriental croata de Osijek, também não quiseram perder um espetáculo batizado já como "Salajland".

"Queríamos passar alguns dias românticos no Natal e de verdade passamos bem", explicou Drazen.

Todos fazem fotos, sentados sobre o trenó com renas, em várias pontes que cruzam os riachos que atravessam o parque, perante o velho moinho de água e figuras cobertas de um sem-fim de luzes de cores.

Embora Salaj cobre 30 kunas (quatro euros) aos visitantes adultos, assegura que para ele não se trata de um negócio, mas do puro prazer de ver as pessoas contentes, especialmente as crianças.

Por isso, afirma, o dinheiro que ganha investirá na ampliação do parque, que ficará aberto diariamente até o dia 15 de janeiro e que agora tem 60 mil metros quadrados.

"O que ganho será devolvido aos que querem vê-lo melhor e mais lindo ainda no próximo ano. O que me impulsionou a ir ampliando isto foram as reações positivas de todos. A maior riqueza é quando as pessoas estão contentes, sobretudo as crianças. Então sei que tudo vai bem", disse.

Um representante do parque, Pavao Leljak, explicou à Efe que no final de cada inverno todas as luzinhas são desmontadas, revisadas, reparadas e guardadas.

Os preparativos para o próxima Natal começam já no fim de agosto.

"Acredito que no mundo não existe um parque com tantas luzinhas. Realmente é necessário muito esforço e trabalho para colocar as lampadazinhas e botar tudo pra funcionar", comentou Leljak.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos