Procuradoria da República Dominicana investigará subornos da Odebrecht

Santo Domingo, 26 dez (EFE).- A Procuradoria-Geral da República Dominicana anunciou nesta segunda-feira que investigará o pagamento de subornos feitos pela Odebrecht no país.

Em entrevista coletiva, o procurador-geral Jean Alain Rodríguez afirmou que serão "investigados e processados" todos aqueles que tenham participado de atos ilegais como os que foram revelados.

"Não importa de qual governo sejam, se do antepassado, do passado ou do atual. Estamos aqui para prender todos que participaram desse esquema ilegal e assim vamos fazer", ressaltou Rodríguez.

O procurador-geral disse que pediu a diferentes órgãos do governo detalhes sobre os contratos e as pessoas que negociaram com a Odebrecht e que tiveram contato com as licitações vencidas pela empresa.

Entre os órgãos estão o Ministério de Obras Públicas, o Instituto Nacional de Águas Potáveis, o Instituto Nacional de Recursos Hidráulicos e a Corporação de Empresas Elétricas Estatais. As informações devem entregar as informações em 48 horas.

De acordo com documentos publicados pelo Departamento de Justiça dos Estados Unidos, a Odebrecht pagou US$ 788 milhões em subornos em 12 países da América Latina e da África.

No caso da República Dominicana, a empresa pagou US$ 92 milhões entre 2001 e 2014 em propinas para funcionários e intermediários do governo. Como resultado, obteve lucros de US$ 163 milhões.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos