Kerry defende ideia de dois Estados para obter paz entre Israel e Palestina

Washington, 28 dez (EFE).- O secretário de Estado dos EUA, John Kerry, afirmou nesta quarta-feira que o governo americano não vai "defender uma dinâmica perigosa" e que continuará a sugerir uma "solução de dois Estados" como "única forma" de se alcançar a paz no conflito entre Israel e Palestina.

Kerry explicou em discurso no Departamento de Estado a decisão dos EUA de não exercerem o poder de veto na votação de sexta-feira passada no Conselho de Segurança da ONU que exigiu de Israel o fim da política de assentamentos nos territórios palestinos.

"Esse voto tinha o objetivo de defender a solução de dois Estados", disse Kerry, cujo governo já protegeu Israel de resoluções parecidas com a que foi aprovada na sexta-feira, apesar de se opor à política de estabelecer novas colônias nos territórios palestinos.

A decisão de não usar o veto na votação foi adotada "de acordo com nossos valores", afirmou o secretário de Estado sobre a resolução, que foi aprovada com 14 votos a favor e a única abstenção dos Estados Unidos.

Kerry também criticou o governo do primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, que classificou como o mais inclinado à direita da história do país e com uma "agenda impulsionada pelos elementos mais extremistas".

"A ampliação dos assentamentos não tem nada a ver com a segurança de Israel", afirmou taxativamente Kerry, que reconheceu, no entanto, que os assentamentos não são "o principal motivo" do conflito, mas que entorpecem uma possível solução.

"Não podemos ignorar as aspirações palestinas", acrescentou, para ressaltar que "ninguém que esteja seriamente comprometido com a paz pode ignorar as consequências" de estabelecer novos assentamentos.

"A solução de dois Estados é a única para a região que pode garantir o futuro de Israel e a dignidade dos palestinos", comentou o secretário de Estado americano, ao advertir que esse caminho está em "grave perigo".

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos