Imigrantes malineses são retirados da Líbia e levados de volta para seu país

Bamaco, 30 dez (EFE).- Um total de 170 pessoas de nacionalidade malinesa foram retiradas ontem da Líbia, país que vive um grande momento de instabilidade, e levadas de volta para o Mali, informaram nesta sexta-feira à Agência Efe fontes aeroportuárias.

As fontes acrescentaram que 80% dos migrantes que chegaram no aeroporto de Bamaco, a capital malinesa, são jovens, que foram recebidos por responsáveis dos ministérios de Relações Exteriores e de Assuntos Sociais.

Há outras centenas de malineses que ainda se encontram na Líbia à espera de repatriação, explicaram as fontes.

Por causa da guerra na Líbia, que começou com a queda do regime de Muammar Kadafi em 2011, centenas de malineses estão retornando a seu país de origem.

As autoridades malineses anunciaram anteriormente que disponibilizariam aviões para os que quisessem retornar a seu país de origem fugindo da Líbia, para onde milhares de malineses se dirigiram no passado para trabalhar e melhorar suas condições de vida.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos