Ministro vê necessidade de melhor coordenação antiterrorista na Alemanha

Berlim, 31 dez (EFE).- O ministro do Interior da Alemanha, Thomas de Maizière, ressaltou a necessidade de uma melhor coordenação entre os 16 estados federados alemães na observação de potenciais terroristas após o recente atentado contra uma feira natalina em Berlim que deixou 12 mortos e quase 50 feridos.

"Sobre o monitoramento de potenciais terroristas, isso cabe à regulação segundo a lei vigente, sobretudo aos legisladores dos estados federados", afirmou o ministro em declarações que publicadas neste sábado pelos jornais do grupo midiático "Funke".

Ao mesmo tempo, disse acreditar que "a coordenação entre os estados federados, por exemplo quanto à responsabilidade em matéria de observação, deve melhorar".

O suposto autor do atentado do dia 19 na capital alemã, o tunisiano Anis Amri, abatido quatro dias depois em Milão, tinha ficado sob observação dos organismos de segurança tanto do estado federado da Renânia do Norte-Vestfália (oeste) como de Berlim (leste) por uma potencial conduta terrorista.

O controle temporário de suas comunicações ficou suspenso em setembro, após a Justiça ter determinado que não havia indícios de um possível atentado terrorista, momento no qual Amri desapareceu do radar das autoridades.

Embora o ministro tenha aceitado estudar possíveis erros das autoridades no caso do tunisiano Anis Amri, defendeu os organismos de segurança frente a qualquer tipo de crítica.

"Eu me oponho perante as acusações precipitadas e sentenças de autodenominados especialistas, que depois sempre sabem de tudo minuciosamente", disse.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos