Viúva de embaixador grego assassinado é transferida para presídio em Bangu

Rio de Janeiro, 31 dez (EFE).- A acusada de ter planejado o assassinato do marido, o embaixador da Grécia no Brasil, Kyariakos Amiridis, Françoise Amiridis foi transferida neste sábado para o Complexo Penitenciário de Gericinó, em Bangu, na zona oeste do Rio de Janeiro, após que a Justiça ter determinado prisão temporária por 30 dias, informou a Polícia Civil.

A viúva, de 40 anos, estava casada há 15 com o diplomata grego, com quem teve uma filha de dez anos. O embaixador, cujo corpo foi achado carbonizado na quinta-feira passada, foi vítima de um crime passional planejado pela esposa e executado pelo amante dela, segundo os investigadores do caso.

Após dois dias de coleta de provas e interrogatórios aos acusados, que supostamente confessaram a participação no crime, a Polícia Civil pediu a detenção de três pessoas acusadas do assassinato, incluindo a viúva do embaixador.

A Justiça também expediu uma ordem de prisão temporária contra o policial militar Sergio Gomes, de 29 anos, acusado de ser o autor material do homicídio e que disse ser amante da esposa do diplomata há cerca de seis meses.

Sergio Gomes foi transferido neste sábado a um centro de reclusão especial para policiais em Niterói, na região metropolitana do Rio de Janeiro.

A terceira ordem de detenção foi ditada contra Eduardo Moreira, primo do policial e que confessou ter ajudado o casal de amantes a se desfazer do corpo.

De acordo com a polícia, o cúmplice confessou que se reuniu no domingo passado com os outros dois autores do crime para fazer o planejamento. Ele teria dito que a esposa do embaixador o prometeu R$ 80 mil pela ajuda e que na segunda-feira foi à residência em que o diplomata estava hospedado para retirar o corpo.

Moreira foi o único dos três acusados que não foi transferido a um presídio porque a Polícia Civil quer mantê-lo na delegacia para que ajude a esclarecer algumas dúvidas restantes.

Kyrgiakos Amiridis foi cônsul da Grécia no Rio de Janeiro entre 2001 e 2004 e tinha assumido o posto de embaixador em Brasília no início de 2016. Advogado, começou a carreira diplomática em 1985 e antes de assumir como embaixador em Brasília trabalhou na delegação grega na Líbia entre 2012 e 2016.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos