França confirma franco-tunisiana entre as vítimas do atentado de Istambul

Paris, 1 jan (EFE).- O ministro francês das Relações Exteriores, Jean-Marc Ayrault, confirmou neste domingo que uma mulher com dupla cidadania francesa e tunisiana está entre os mortos no atentado cometido durante a festa de Réveillon da boate Reina, em Istambul.

O marido desta mulher, de nacionalidade tunisiana, também morreu, detalhou a pasta em comunicado de condolência à família em nome da França.

Anteriormente, o chefe da diplomacia francesa havia dito que foram identificados três franceses entre os feridos e que os representantes consulares do país em Istambul estavam em contato com as autoridades turcas para a identificação dos corpos dos mortos.

Um porta-voz do ministério francês detalhou que o número de um morto e três feridos de nacionalidade francesa é "provisório".

O presidente da França, François Hollande, reafirmou neste domingo o apoio à Turquia na luta antiterrorista, além de denunciar "com força e indignação" o atentado contra a boate Reina.

Segundo as autoridades turcas, esse ataque causou a morte de pelo menos 39 pessoas e deixou 69 feridos, entre eles vários estrangeiros.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos