Líbano confirma mortes de 3 cidadãos no ataque em Istambul

(Atualiza número de mortos e feridos)

Beirute, 1 jan (EFE).- O cônsul do Líbano em Istambul, Hani Chmaite, informou neste domingo que três cidadãos libaneses morreram e quatro ficaram feridos no atentado cometido na boate Reina no Réveillon, segundo a Agência Nacional de Notícias (ANN).

Os mortos são Elias Wardini, Rita Chami e Haykal Musalem, disse Chmaite, citado pela agência oficial libanesa, que também divulgou a identidade das pessoas que ficaram feridas: François Asmar, Nidal Bcherraui, Buchra Dueihi e Melissa Paralardo.

Um avião sairá neste domingo de Beirute com equipe médica e uma delegação do Alto Comitê de Ajuda e do Ministério das Relações Exteriores para supervisionar a repatriação dos restos mortais das vítimas.

A agência entrevistou a namorada de Wardini, também ferida no ataque e que revelou que ambos se esconderam debaixo de uma mesa quando o atirador começou a disparar contra o público presente.

A imprensa libanesa noticiou que Wardini se jogou na água do estreito do Bósforo, como várias pessoas fizeram para tentar fugir quando uma pessoa começou a atirar na boate Reina.

O ataque, que deicou 39 mortos e 69 feridos, foi condenado pelo presidente Michel Aoun, que enviou uma mensagem de pêsame ao líder turco Recep Tayyip Erdogan.

"Este ato condenável demonstra a importância da cooperação e da coordenação entre todos os países para enfrentar o terrorismo e eliminá-lo de vez", afirmou no texto.

Nenhum grupo assumiu a autoria do ataque até o momento, mas a polícia turca concentra as investigações no jihadista Estado Islâmico (EI).

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos