Merkel condena atentado "desumano e traiçoeiro" em Istambul

Berlim, 1 jan (EFE).- A chanceler da Alemanha, Angela Merkel, condenou neste domingo o atentado "desumano e traiçoeiro" cometido em Istambul, na Turquia, em mensagem enviado ao presidente do país, Recep Tayyip Erdogan, após o ataque contra a boate Reina, no qual morreram pelo menos 39 pessoas.

"Os terroristas voltaram a atacar seu país", disse a líder alemã que, além de expressar a Erdogan essa condenação, transmite suas condolências às famílias e pessoas próximas das vítimas.

Anteriormente, o ministro das Relações Exteriores, Frank Walter Steinmeier, já havia manifestado apoio à Turquia e sua "mais firme condenação a toda forma de terrorismo", após esse ataque.

"De novo foi Istambul cenário e vítima de um ato sanguinário", apontou o chefe da diplomacia alemã em comunicado divulgado por seu Ministério.

Steinmeier lembrou que no ataque morreram "inocentes, gente jovem que, assim como milhões de pessoas em todas partes do mundo, queriam festejar a virada de ano" e afirmou em seguida que, nestes momentos difíceis, a Alemanha está "ao lado da Turquia"

A mensagem do ministro veio logo após uma primeira reação de seu Ministério, que manifestou sua comoção e dor em relação ao ocorrido em Istambul através de uma mensagem no Twitter com a 'hashtag' #Reina, o nome da popular boate onde aconteceu o ataque.

Cerca de 3,5 milhões de cidadãos de raízes turcas vivem na Alemanha, a maior comunidade de imigrantes do país europeu, e aproximadamente três quartos destes têm nacionalidade alemã.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos