Três cidadãos jordanianos estão entre as vítimas do atentado na Truquia

Amã, 1 jan (EFE).- As autoridades da Jordânia informaram neste domingo que três cidadãos jordanianos morreram e quatro ficaram feridos no atentado à boate Reina de Istambul.

Em entrevista à agência oficial "Petra", o porta-voz do Ministério das Relações Exteriores da Jordânia, Sabah al Rafei, disse que vários diplomatas do país, que viajaram para Istambul desde Ancara, confirmaram a morte desses três cidadãos.

Rafei afirmou que os diplomatas visitaram no hospital os quatro feridos de origem jordaniana, alguns deles em estado crítico.

As autoridades não divulgaram a identidade dos mortos nem dos feridos.

Apesar de ninguém ter reivindicado a autoria do atentado, imprensa turca fala que a polícia do país investiga a rede local do Estado Islâmico (EI).

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos