Autoridades da Indonésia retomam buscas por 17 desaparecidos em naufrágio

Bangcoc, 2 jan (EFE).- As autoridades da Indonésia retomaram nesta segunda-feira as buscas pelos 17 desaparecidos no naufrágio de um barco que pegou fogo ontem, deixando 23 mortos e 31 feridos, perto da Ilha de Java.

Onze feridos tiveram alta e deixaram o hospital Atma Jaya, em Jacarta, para onde foram levados após o incêndio no Zahro Express, onde viajavam mais de 200 pessoas, segundo informou Bagus Panjie, da Unidade de Emergências, segundo o jornal "Jakarta Post".

A polícia investiga as circunstâncias do incêndio, que segundo os primeiros indícios, aconteceu por conta de um curto-circuito em um gerador do barco, que fazia o trajeto entre Jacarta e o arquipélago das Mil Ilhas.

O chefe do departamento de Bombeiros do norte de Jacarta, Satriadi Gunawan, acusou o capitão do Zahro Express, cujo nome não foi revelado, por agravar a situação, já que em vez de dar o alerta aos passageiros e comandar a retirada deles, optou por se salvar.

Os passageiros se deram conta do incêndio devido ao calor e a fumaça preta que começou se espalhar pelo barco, ainda com mais rapidez quando entrou em contato com o tanque de combustível, segundo testemunhas citadas pela imprensa local.

Alguns passageiros se jogaram no mar com boias e em botes salva-vidas, mas outros mergulharam diretamente na água.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos