Aviões turcos e russos atacam EI no norte da Síria e matam 22 jihadistas

Ancara, 2 jan (EFE).- Aviões de Turquia e Rússia atacaram alvos do grupo terrorista Estado Islâmico (EI) na cidade de Al Bab e seus arredores, no norte da Síria, e mataram 22 jihadistas, informaram nesta segunda-feira as forças armadas turcas.

Segundo o comunicado do Estado-Maior turco, citado pela agência "Anadolu", os bombardeios aconteceram ontem.

Os caças F-16 da Turquia alcançaram oito alvos do EI nas cidades de Al Bab, Bzagah e Tadiff, no norte do país, onde mataram 22 militantes da organização jihadista, e destruíram vários refúgios e sedes do grupo, enquanto os bombardeios aéreos russos atingiram alvos do EI em Dayr Kak, no sudoeste de Al Bab.

A Turquia se queixou que as forças da coalizão internacional liderada pelos Estados Unidos não estavam apoiando as forças turcas em sua operação "Escudo do Eufrates", iniciada no final de agosto de 2016 junto ao Exército Livre Sírio (ELS) para expulsar o EI do norte da Síria.

A operação turca também está voltada contra as milícias curdo-sírias Unidades de Proteção do Povo (YPG, sigla em curdo) na região, a fim de expulsá-las da margem ocidental do rio Eufrates.

Os EUA apoiam as YPG que lutam contra o EI, mas a Turquia considera que essas milícias fazem parte de uma organização terrorista vinculada ao Partido dos Trabalhadores do Curdistão (PKK, sigla em curdo), a guerrilha curda que opera na Turquia.

Na última semana, o governo turco anunciou que a Rússia apoiaria sua operação para expulsar o EI da cidade de Al Bab.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos