Governo turco diz conhecer identidade de terrorista de Istambul

Istambul, 4 jan (EFE).- O ministro das Relações Exteriores da Turquia, Mevlut Çavusoglu, confirmou nesta quarta-feira que a polícia descobriu a identidade - que não foi revelada - do autor do ataque na boate "Reina", em Istambul, que deixou 39 mortos durante a celebração do Ano Novo.

"Nós identificamos o terrorista de Ortakoy (bairro onde fica a boate), a investigação continua", disse Çavusoglu à agência "Anadolu".

A polícia distribuiu à imprensa vários vídeos do ataque, e sua esposa foi colocada à disposição policial há dois dias para ser interrogada.

Ele segue foragido e a polícia continua realizando detenções de pessoas próximas ao atacante.

Em uma operação policial na cidade de Esmirna, no oeste do país, foram detidas hoje 27 pessoas de 3 famílias que supostamente conviviam com o terrorista na cidade de Konya, no centro da Turquia, e que tinham fugido após o ataque, informou o jornal "Hurriyet".

Segundo o jornal, a polícia acredita que em Konya estaria "Yousef Hoca", líder da célula do Estado Islâmico (EI) que supostamente projetou o ataque na boate Reina, reivindicado por esse grupo terrorista.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos