R.Dominicana afirma que continua investigações sobre subornos da Odebrecht

Santo Domingo, 3 jan (EFE).- A Procuradoria-Geral da República Dominicana afirmou nesta terça-feira que continua as investigações, "por diversas vias", com o propósito de esclarecer as revelações da Odebrecht, que pagou subornos por US$ 92 milhões no país caribenho ao longo dos últimos 20 anos.

Nesse sentido, o Ministério Público disse em comunicado, que analisa os documentos fornecidas pelas agências oficiais locais que mantiveram relações com a empresa, pivô de um escândalo de corrupção no Brasil.

A Procuradoria reiterou que já recebeu contratos assinados com a Odebrecht pelo Ministério de Obras Públicas, o Instituto Nacional de Abastecimento de Água e Esgoto (Inapa) e a Corporação Dominicana de Empresas Elétricas Estatais (Cdeee).

O objetivo destas investigações, "é identificar as pessoas que na República Dominicana poderiam estar envolvidas nessas supostas ilegalidades", disse.

Destacou a Procuradoria, que "para sustentar eventuais acusações por corrupção diante de uma instância judicial, é imprescindível obter provas que comprometam a responsabilidade penal daqueles que estiveram envolvidos, e isso é precisamente o que sendo feito".

O comunicado lembra que a Procuradoria-Geral apresentou um pedido para as autoridades do Brasil para saber os detalhes sobre as atividades da construtora na República Dominicana.

De acordo com documentos divulgados no dia 21 de dezembro pelo Departamento de Justiça dos Estados Unidos, a empresa pagou aproximadamente US$ 788 milhões em subornos em 12 países da América Latina e África.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos