Trump festejou chegada do ano novo ao lado de ex-condenado por roubo de artes

Washington, 3 jan (EFE).- O presidente eleito dos Estados Unidos, Donald Trump, festejou a chegada do Ano Novo com Joseph Cinque, condenado em 1989 por por posse de arte roubada.

Um vídeo divulgado pela mídia local "Palm Beach Daily News" mostra Trump e Cinque no palco da festa realizada em Mar-a-Lago, a mansão que o magnata possui na Flórida.

Embora, em recente entrevista, Trump afirmou não conhecê-lo bem, os dois apareceram juntos em público ao longo dos anos e, em 2009, o magnata disse que Cinque era "um tipo especial", acrescentando: "Não existir ninguém como ele".

Joseph Cinque foi detido em 1989, em seu apartamento em Manhattan, onde a polícia encontrou várias obras de arte roubadas de uma galeria de Nova York, incluindo duas peças de Marc Chagall, avaliadas em US$ 20 mil cada uma.

Ele recebeu uma condenação em terceiro grau após se declarado culpado pelos crimes contra ele, por isso acabou não sendo preso.

Artigos jornalísticos da época o definem como um "pequeno mafioso" e "vigarista" que tinha uma relação de amizade com o gângster John Gotti, quem chegou a ser chefe da Família Gambino.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos