Colômbia pede a ONU que puna observadores por dança com guerrilheiras

Bogotá, 4 jan (EFE).- O governo da Colômbia manifestou nesta quarta-feira à ONU sua "grande preocupação" pela conduta de observadores do órgão que aparecem dançando com guerrilheiras das Farc em um acampamento, durante a celebração do Ano Novo, e pediu que se adotem "medidas corretivas necessárias" para que esta situação não se repita.

O pedido foi feito em carta que a embaixadora da Colômbia na ONU, María Emma Mejía, enviou ao secretário-geral adjunto para Assuntos Políticos do órgão, Jeffrey Feltman.

"Vou agradecer as Nações Unidas, através da Missão em meu país, se forem adotadas as medidas corretivas necessárias para que este tipo de situação não volte a ocorrer, e evitar assim, que se coloque em xeque a confiança e o prestígio das Nações Unidas", diz o documento.

A carta se refere as imagens de vídeo gravadas pela Agência Efe na véspera de Ano Novo em um acampamento das Farc, no departamento de La Guajira, onde estão pré-agrupados os rebeldes antes de começar a sua transição para a vida civil.

Mejía expressa na carta a Feltman "a grande preocupação e a surpresa do governo da Colômbia pela conduta de alguns observadores das Nações Unidas, que aparecem em um vídeo (...) dançando com ex-combatentes das Farc em um ponto de pré-agrupamento temporário no último dia 31 de dezembro".

Os observadores envolvidos, que aparecem no vídeo usando o colete azul da ONU, fazem parte da Missão de Monitoração e Verificação (MM&V) de Cessar-Fogo e de Hostilidades Bilateral e Definitivo e Abandono das Armas, como parte do acordo de paz assinado pelo governo e as Farc no final de novembro.

Na última terça-feira, após conhecer as imagens dos observadores dançando no acampamento das Farc que causaram polêmica no país, a Missão da ONU na Colômbia qualificou de "inadequado" o comportamento.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos