Rainha da Suécia garante conviver com fantasmas em castelo

Redação Central, 5 jan (EFE).- A rainha Silvia, da Suécia, revelou que convive com fantasmas na residência oficial da família real, em declarações feitas em um documentário que será exibido pela primeira vez nesta quinta-feira na emissora pública do país nórdico.

"Há fantasmas, há muitos fantasmas aqui", conta a mulher do rei Carl Gustav XVI e filha de uma brasileira, em fragmento de "O Castelo de Drottningholm" que foi veiculado no site do canal "SVT".

A rainha, de 73 anos, não só conta histórias ligadas a aparições, como admite que notou a presença de espíritos na residência onde vive.

"Eu mesma já os senti, mas são amistosos", explica.

Silvia, no entanto, não é a única integrante da família real que fala de fantasmas no castelo. A princesa Cristina, irmã de Carl Gustav XVI, vai mais longe e garante ter visto uma figura assustadora, toda vestida de branco, no local.

"Há muita energia nesta casa. Seria estranho se não tivessem tomado forma de ruídos ou aparições", garante no documentário a cunhada da rainha.

O castelo de Drottningholm foi construído no século XVII e figura na lista de bens do Patrimônio da Humanidade da Organização das Nações Unidas para Educação, Ciência e Cultura (Unesco). A casa tem status de residência real desde 1981 e está localizada em Ekerö, a oeste de Estocolmo.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos