Xerife oferece presos a Trump para construir muro na fronteira com o México

Washington, 5 jan (EFE).- Um xerife americano ofereceu ao presidente eleito dos Estados Unidos, Donald Trump, os presos da prisão que ele administra para a construção do muro na fronteira com o México, uma proposta que várias organizações defensoras das liberdades civis ameaçaram levar à justiça nesta quinta-feira.

Thomas Hodgson, xerife do condado de Bristol, em Massachusetts, já encaminhou a polêmica proposta à equipe de transição do presidente eleito, mas não recebeu resposta, conforme explicou na quarta-feira durante a inauguração de seu quarto mandato.

"Não imagino nenhum outro projeto que possa ter um impacto positivo assim em nossos presos e em nosso país do que construir o muro. Além de aprender e aperfeiçoar as técnicas em construção (dos reclusos), o simbolismo que teria nas comunidades de todo o país o fato de esses presos construírem um muro para prevenir o crime e proteger postos de trabalho e oportunidades trabalhistas para eles mesmos pode ser muito poderoso", disse Hodgson.

O xerife explicou que conversou com vários colegas e que já consegue imaginar presos procedentes de todo o país trabalhando na construção do muro, que foi uma das principais propostas de Trump durante a campanha eleitoral para frear o fluxo de imigrantes ilegais rumo aos EUA.

O ato no qual Hodgson fez estes comentários contou com a presença do governador de Massachusetts, Charlie Baker - republicano como o xerife -, que disse através de um porta-voz que não sabia de nada sobre o plano e que preferiria que os presos continuassem a trabalhar em programas "perto de casa".

O condado de Bristol fica cerca de 3,5 mil quilômetros por estrada do ponto de fronteira mais próximo ao sul, a cidade de Laredo, no Texas.

A União Americana pelas Liberdades Civis (ACLU), a principal organização pró-direitos civis do país, ameaçou levar o xerife à justiça caso a proposta avance.

"A proposta é perversa, desumana e provavelmente inconstitucional. É também uma tentativa do xerife Hodgson de se tornar famoso em todo o país", afirmou Laura Rótolo, advogada da ACLU em Massachusetts.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos