Kerry lembra que México não pagará "voluntariamente" por muro na fronteira

Washington, 6 jan (EFE).- O secretário de Estado dos Estados Unidos, John Kerry, lembrou nesta sexta-feira que o México não pagará "voluntariamente" pelo muro que o presidente eleito, Donald Trump, pretende construir na fronteira sul do país.

"Voluntariamente não vão pagar por algo com o que não estão de acordo. Disse voluntariamente. Esperemos para ver que outras opções há", disse o ainda chefe da diplomacia americana em uma entrevista a "ABC".

Kerry, no entanto, insinuou que Trump pode simular que o México está pagando o muro embora não o faça: "Suponho que pode fazer algo e fingir que são eles que o estão fazendo".

Estes comentários de Kerry foram feitos depois que Trump explicou que seus planos são que o Congresso dos EUA aprove verbas para "acelerar" a construção do muro, um dinheiro que depois o México supostamente "reembolsará".

Trump insistiu nessa ideia depois de se conhecerem relatórios que indicam que líderes republicanos estão vendo a possibilidade de financiar o muro se amparando em uma lei de 2006 que já projetava sua construção.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos