Portugal terá luto oficial de 3 dias por Mário Soares a partir de segunda

Lisboa, 7 jan (EFE).- O primeiro-ministro de Portugal, António Costa, anunciou neste sábado que serão decretados três dias de luto oficial no país, a partir desta segunda-feira, devido a morte do ex-presidente Mário Soares.

Na Índia, onde participa de visita que acontecerá até quinta-feira, o líder político lamentou a perda de "alguém insubstituível em nossa democracia".

António Costa enviou condolências aos familiares do ex-presidente, que ficou no poder entre 1986 e 1996, a quem definiu como "o rosto e a voz da nossa liberdade".

Soares, que morreu no Hospital da Cruz Vermelha, em Lisboa, onde estava internado desde 13 de dezembro, era considerado uma das figuras políticas mais importantes do país nos últimos anos por sua decisiva participação na transição à democracia quando a Revolução dos Cravos pôs fim à ditadura portuguesa (1926-1974).

Fundador do Partido Socialista (PS), até muito pouco tempo se manteve ativo através da fundação que leva seu nome, além de publicar livros e artigos sobre a situação de Portugal.

Soares foi ainda primeiro-ministro de Portugal em duas fases (1976-1978 e 1983-85) e presidente português em um período no qual aconteceu a entrada do país na União Europeia.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos