Desmoronamento deixa 100 pessoas isoladas no sul do Chile

Santiago do Chile, 8 jan (EFE).- Cerca de 100 pessoas ficaram isoladas neste domingo na cidade de Puerto Varas, no sul do Chile, após um desmoronamento de barro e pedras que cortou os caminhos em direção a essa região, informaram fontes policiais.

Agentes da polícia militar chilena afirmaram que o deslizamento aconteceu devido às intensas chuvas registradas nas últimas horas.

A prefeitura precisou habilitar um recinto como albergue temporário para os afetados, segundo informou a emissora de rádio "Gratissima".

"Estamos presos e não sabemos o que vai acontecer. O degelo no vulcão Osorno na altura de Saltos del Petrohué cortou todo o trânsito", afirmou um dos afetados através de uma gravação em seu perfil no Facebook.

No entanto, as autoridades já realizam trabalhos no local, situado cerca de 950 quilômetros ao sul de Santiago, para limpar a rota e restabelecer o tráfego de veículos.

Segundo indicou a prefeita de Puerto Octay, María Elena Ojeda, que confirmou a evacuação de algumas famílias devido ao possível transbordamento do rio Blanco, no setor foram encontradas crateras de aproximadamente quatro metros de profundidade.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos