Forças iraquianas avançam em Mossul e matam dezenas de terroristas

Erbil (Iraque), 8 jan (EFE).- As Forças Conjuntas do Iraque recuperaram nas últimas 24 horas vários bairros de Mossul, no norte do país, que estavam sob controle do grupo jihadista Estado Islâmico (EI) em combates nos quais morreram dezenas de terroristas, informou neste domingo o comando dessas forças.

O comandante de Operações Conjuntas da província de Ninawa, o general Abdelamir Jarallah, detalhou em comunicado o progresso das forças iraquianas nas diferentes frentes de Mossul, a capital provincial, onde lançou uma nova ofensiva contra o EI há uma semana.

Na frente norte, a brigada 16, com a ajuda de bombardeios da coalizão internacional, matou 26 terroristas nas últimas horas e destruiu três carros-bomba, um veículo armado com uma metralhadora e derrubou três drones.

Nesta região, as tropas iraquianas recuperaram os bairros de Al Atibaa 1 e 2 e Al Furqan, e avançaram rumo ao sul, em direção ao distrito de Al Wahda.

Na frente leste, as forças iraquianas assumiram o controle de um cruzamento perto da quarta ponte, a mais importante que une o sul de Mossul oriental com o ocidental, e que foi bombardeada e parcialmente destruída pela coalizão internacional.

Nesta região, com apoio aéreo da coalizão internacional, as forças iraquianas mataram 65 combatentes inimigos, segundo o comunicado.

Na frente sudeste, forças da Polícia Federal e tropas da brigada 9 do exército tomaram o controle da Faculdade de Medicina e do hospital de Al Shifa.

Além disso, as forças entraram nos bairros de Palestina e Dumiz e tomaram o controle de vários edifícios, entre eles um quartel do EI, duas prisões e um centro de comunicações usados pelos terroristas.

Nesta região, morreram 135 terroristas nos combates e os efetivos iraquianos destruíram seis carros-bomba, dois deles com dez terroristas, além de três drones, um morteiro e um canhão SPG-9.

O exército iraquiano também informou que nas últimas horas repeliu um ataque do EI perto da cidade de Bajira, cerca de sete quilômetros a sudoeste de Mossul, em uma ação na qual mataram 20 terroristas.

No dia 29 de dezembro, as Forças de Segurança iraquianas lançaram em Mossul uma nova ofensiva para expulsar o EI dos bairros orientais da cidade, principal bastião jihadista no Iraque, depois que seu avanço perdeu intensidade devido à resistência oferecida pelos jihadistas.

As operações no centro urbano da capital da província de Ninawa se inserem na ofensiva para recuperar o controle sobre o norte do Iraque, que começaram em 17 de outubro.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos