Grupos pró-China protestam por chegada a Taiwan de ativistas de Hong Kong

Taipé, 8 jan (EFE).- Grupos marginais pró-China de Taiwan realizaram protestos e tiveram encontros violentos com a Polícia perante a chegada ao território de um ativista e três legisladores de Hong Kong para participar de um fórum pró-democrático, o qual Pequim acusa de tentar dividir a China, informou hoje o jornal "Taipe Times".

O Fórum sobre Democracia, Legislação e Movimentos sociais, organizado pelo Partido Novo Poder de Taiwan, foi muito criticado por Pequim através do Escritório de Assuntos de Taiwan, que o qualificou de uma conspiração entre os movimentos independentistas de Taiwan e Hong Kong destinada a dividir a China.

De Hong Kong chegaram ao território Joshua Wong, dirigente estudantil dos protestos pró-democráticos de 2014, e os legisladores Nathan Law, Edward Yiu e Eddie Chu, para participar do fórum.

Na chegada ao aeroporto, encontraram o protesto de cerca de 200 membros da Aliança de Patriotismo Concêntrico, que conseguiram romper o cerco policial, mas foram controlados antes que pudessem agredir Wong e os legisladores.

Mais tarde, durante e depois da realização do fórum, cerca de trezentos membros de grupos pró-China protagonizaram protestos, gritando palavras de ordem.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos