Morre o ex-presidente iraniano Ali Akbar Hashemi Rafsanjani

De Teerã

  • Behrouz Mehri - 11.mai.2013/AFP

    O ex-presidente iraniano Rafsanjani (centro) em 2013

    O ex-presidente iraniano Rafsanjani (centro) em 2013

O ex-presidente do Irã, Ali Akbar Hashemi Rafsanjani, que ocupou o cargo entre 1989 e 1997, morreu neste domingo em Teerã aos 82 anos em decorrência de um infarto.

Segundo informou a agência oficial iraniana "Irna", o clérigo e veterano político tinha sido internado em um hospital de Teerã hoje após sofrer um ataque cardíaco.

De acordo com veículos de comunicação oficiais, seu funeral está previsto para próxima terça-feira em Teerã.

Rafsanjani também liderou entre 2007 e 2011 a influente Assembleia de Especialistas, um órgão formado por clérigos xiitas entre cujas atribuições está o controle e, se for necessário, a destituição e eleição do líder supremo do país.

Na atualidade era um dos principais apoiadores do movimento reformista e dirigia o Conselho do Discernimento, ente que faz a mediação entre os poderes do Estado.

Nascido em Rafsanyan (oeste do Irã) em 25 de agosto de 1934 no seio de uma família humilde e religiosa, se transferiu em 1948 à cidade de Qom para cursar estudos científicos e teológicos.

Durante o governo do xá desempenhou uma intensa atividade política contra o regime, pela qual foi preso e, posteriormente, após o triunfo da Revolução Islâmica em 1979, foi nomeado membro do Conselho da Revolução.

Em 1980 foi eleito presidente do parlamento, cargo que desempenhou até 1989 e que alternou com o de comandante-em-chefe das forças armadas, posto para o qual foi nomeado em junho de 1988.

Nas eleições de julho de 1989 foi eleito presidente com 94,5% dos votos, contra 3,8% de seu único rival, Abbas Sheibani.

Rafsanjani repetiu o feito nas eleições de junho de 1993 e, durante seus dois mandatos, realizou um considerável trabalho de reconstrução do país, especialmente nas zonas rurais e na capital, afetadas por oito anos de guerra com o Iraque, e ampliou as relações e a cooperação com diferentes países, com exceção de Estados Unidos e Israel.
 

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos