McGuinness deixará governo norte-irlandês em protesto por caso de corrupção

Dublin, 9 jan (EFE).- O vice-primeiro-ministro da Irlanda do Norte, o nacionalista Martin McGuinness, anunciou nesta segunda-feira que renunciará de seu cargo em protesto pela gestão de um suposto caso de corrupção na política de energias alternativas do governo de Belfast, cujo poder é compartilhado entre protestantes e católicos.

A decisão do "número 2" do Sinn Féin, antigo braço político do inativo Exército Republicano Irlandês (IRA, sigla em inglês), será efetiva a partir das 17h GMT de hoje (15h de Brasília) e pode provocar a convocação de eleições autônomas se o Executivo da província britânica cair.

Segundo McGuinnes, a primeira-ministra da Irlanda do Norte e líder do majoritário Partido Democrático Unionista (DUP, sigla em inglês), Arlene Foster, se negou a investigar o funcionamento do chamado "Plano de Incentivos para o Aquecimento Renovável" (RHI), que ela mesma introduziu em 2012, quando era titular de Empresas, Comércio e Investimento.

O Sinn Féin já tinha pedido em dezembro o afastamento temporário de Foster para esclarecer este assunto, mas a dirigente protestante se negou, o que aprofundou a crise entre os dois partidos.

O partido republicano continua pedindo que uma comissão independente averigúe este caso e determine se houve corrupção na gestão do RHI, cujas irregularidades poderiam custar aos cofres públicos norte-irlandeses cerca de 400 milhões de libras (R$ 1,5 bilhão).

McGuinness explicou hoje que "lamenta profundamente" ter que tomar esta decisão, mas lembrou que Foster não quis "se afastar" enquanto o caso está sendo investigado, por isso sua posição "não é crível ou sustentável".

O político também deixou claro que o Sinn Féin não escolherá um substituto para ele no cargo de vice-primeiro-ministro, por isso parece inevitável a convocação de eleições regionais em breve.

"Necessitamos agora de eleições para deixar que o povo decida democraticamente sobre esta questão, nas urnas", disse McGuinness. EFE

ja/rpr

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos