Rainha Paola da Bélgica deixa hospital após sofrer fratura na vértebra

Bruxelas, 9 jan (EFE).- A rainha Paola da Bélgica, mãe do atual rei Philippe I, deixou o hospital na última terça-feira após permanecer internada por uma semana devido a uma "fratura vertebral" e já se recupera no Castelo de Belvedere, segundo confirmou na noite de domingo o Palácio Real.

Paola foi hospitalizada em uma clínica em Bruxelas no dia 28 de dezembro após sofrer uma queda que lhe causou a fratura, mas a informação de sua alta só veio a público neste domingo, depois que a Casa Real belga confirmou a notícia veiculada por um programa da televisão francófona "RTL-TVI".

A rainha, que deverá seguir vários meses de reabilitação, prosseguirá no Castelo de Belvedere, uma das residências da monarquia belga situada aos arredores da capital, durante o restante do tratamento, indicou o Palácio Real.

Paola passou no total uma semana hospitalizada na clínica bruxelense de Saint-Luc por causa de um fratura que, apesar de se encontrar em uma região delicada, não gerou complicações neurológicas adicionais, nem pôs em perigo sua vida, segundo fontes próximas ao Palácio Real.

A rainha Paola, de 79 anos, se viu obrigada a manter um período de repouso total em 2015, quando o Palácio Real anunciou que sofria de arritmia cardíaca.

Paola foi rainha consorte dos belgas por seu casamento com o rei Albert II, que abdicou em favor de seu filho Philippe em julho de 2013.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos