Trump confirma que seu genro será assessor presidencial

Nova York, 9 jan (EFE).- O presidente eleito dos Estados Unidos, Donald Trump, confirmou que incluirá seu genro, Jared Kushner, em sua equipe da Casa Branca onde atuará como assessor sênior da presidência.

"(Kushner) será um membro inestimável da minha equipe quando faça funcionar e executar minha ambiciosa agenda, colocando o povo americano em primeiro lugar", afirmou Trump em comunicado no qual confirma esta nomeação.

De acordo com a nota oficial, Kushner trabalhará junto ao chefe do gabinete, Reince Priebus, e ao estrategista chefe da Casa Branca, Stpehen Bannon; um trio que, segundo Trump, "formará uma equipe de liderança efetiva".

O comunicado destacou o papel que Kushner teve na campanha eleitoral que culminou com o pleito de 8 de novembro e disse que sua participação "foi instrumental para formular e executar a estratégia" que levou Trump à vitória nesses pleitos.

Kushner, um empresário imobiliário e casado com Ivanka Trump, a filha mais velha do presidente eleito, abrirá mão de seu salário como assessor presidencial, segundo o comunicado.

A possibilidade de o genro de Trump fazer parte de sua equipe vinha sendo comentada há várias semanas, o que representaria desafios pessoais para Jared Kushner, uma vez teria que desvincular-se de seus negócios para poder assumir um cargo oficial.

Kushner é o diretor-geral de uma companhia que está centrada em negócios imobiliários em Nova York e no estado vizinho de Nova Jersey e que, desde 2007, realizou transações no valor de cerca de US$ 13 bilhões, segundo dados da empresa.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos