Atentado suicida deixa pelo menos oito mortos no Afeganistão

Cabul, 10 jan (EFE).- Pelo menos oito pessoas morreram nesta terça-feira e outras sete ficaram feridas em um atentado suicida com bomba contra a casa de Haji Khudaidad, líder da comunidade local em Lashkargah, capital da província de Helmand, no sul do Afeganistão.

O atentado aconteceu por volta do meio-dia, quando um insurgente detonou um colete com explosivos no interior da casa do líder comunitário, afirmou o chefe da polícia de Helmand, Nooragha Kintoz.

O terrorista, que também morreu na explosão, perpetrou o ataque enquanto Khudaidad estava em uma reunião com outros representantes locais, detalhou o chefe policial.

O porta-voz da província, Omar Zwak, confirmou a informação, mas esclareceu que ainda não se sabe se o líder local está entre os mortos.

O atentado poderia ter sido mais grave, mas as autoridades conseguiram deter um segundo suicida que dirigia um caminhão carregado de explosivos.

Nenhum grupo armado reivindicou ainda a autoria do atentado.

Lashkargah sofre desde o ano passado o assédio dos talibãs, que em outubro chegaram a invadir a cidade, mas foram repelidos pelas forças de segurança.

Segundo a Inspetoria Geral para a Reconstrução do Afeganistão (SIGAR), dos Estados Unidos, os talibãs controlam cerca de um terço do país.

O Afeganistão vive um de seus momentos de maior violência desde a queda do regime talibã com a invasão americana, em 2001, situação que se tornou ainda mais grave com o fim da missão militar da Otan em janeiro de 2015.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos