Seul sustenta que Coreia do Norte tem plutônio para fazer 10 bombas atômicas

Seul, 11 jan (EFE).- O governo da Coreia do Sul acredita que a Coreia do Norte conseguiu armazenar aproximadamente 50 quilos de plutônio enriquecido, suficiente para fabricar dez bombas nucleares, segundo mostra o Livro Branco da Defesa 2016, divulgado nesta quarta-feira pelos sul-coreanos.

Na última publicação, em 2014, o Ministério da Defesa Nacional sul-coreano estimava o arsenal de plutônio de Pyongyang em 10 quilos a menos.

Por outro lado, o Ministério decidiu retirar em sua edição de 2016 a estimativa de que a Coreia do Norte seja capaz de ameaçar território americano com seus mísseis balísticos de alcance intercontinental (ICBM).

Seul eliminou esta possibilidade com base nas análises dos lançamentos realizados pelo regime de Kim Jong-un no último biênio.

No entanto, os sul-coreanos afirmam que Pyongyang melhorou sua tecnologia para miniaturizar ogivas nucleares e equipá-las em mísseis, mas não forneceu mais detalhes sobre a respeito.

O relatório bienal foi publicado pouco depois que o líder norte-coreano, Kim Jong-un, falasse em seu discurso de Ano Novo que o país está preparado para realizar o teste de lançamento de um ICBM.

A Coreia do Norte lançou, em forma de testes, seis misséis com alcance intercontinental até o momento, os quais assegura que são parte de seu programa Kwangmyongsong ("Estrela brilhante") para colocar em órbita satélites de observação.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos