Celebridades reagem com duras críticas à entrevista coletiva de Donald Trump

Los Angeles (EUA), 11 jan (EFE).- Celebridades de Hollywood e do mundo do espetáculo em geral reagiram com duras críticas e sarcasmo à entrevista coletiva que o presidente eleito dos Estados Unidos, Donald Trump, concedeu nesta quarta-feira em Nova York.

Depois de cinco meses sem aparecer diante dos jornalistas e a nove dias de assumir a presidência, Trump admitiu na controversa entrevista coletiva, que a Rússia esteve por trás dos ciberataques nas eleições - embora tenha negado qualquer vínculo com o Kremlin -, e criticou alguns veículos de imprensa.

O diretor de cinema Judd Apatow foi um dos que responderam Donald Trump com indignação, usando seu Twitter para definir o magnata como "completamente louco" e que parece ter "saído da ficção".

"Mas é real e em breve será capaz de tomar ações que tenham efeito sobre nós", afirmou o diretor.

"Esta entrevista coletiva de Trump parece mais uma assembleia escolar obrigatória que uma entrevista coletiva", ironizou o ator Jesse Tyler Ferguson ("Modern Family"), sobre a atmosfera tensa, onde Trump, por exemplo, ignorou em várias ocasiões os pedidos de pergunta de um jornalista da "CNN".

Já a comediante Sarah Silverman disse que Trump pretendia mostrar as pessoas que ele é "vingativo" e opinou que se trata de uma estratégia que está funcionado.

Além disso, ela apostou, ironicamente, que na posse de Trump terá a participação do grupo de punk Pussy Riot, da Rússia, conhecidas por seu ativismo contra o presidente russo, Vladimir Putin.

A piada de Sarah também podia entendida como se referindo a um polêmico comentário de Trump, durante a campanha eleitoral, onde se gabou que, por ser famoso, podia abusar das mulheres e "agarrá-las pela vagina" ('pussy', em inglês).

O escritor Stephen King afirmou que a entrevista coletiva de Trump foi "como assistir um carro alegórico no desfile de Ação de Graças de Macy's", uma alusão ao evento organizado pela rede de lojas anualmente em Nova York.

Os comentários dos famosos após a entrevista coletiva de Donald Trump aconteceram poucos dias depois que Meryl Streep criticou duramente o presidente eleito durante a cerimônia do Globo de Ouro, no último domingo.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos