EI destrói duas pontes de Mossul para conter avanço das forças iraquianas

Erbil (Iraque), 12 jan (EFE).- O grupo terrorista Estado Islâmico (EI) destruiu nesta quinta-feira duas pontes em Mossul, que já estavam avariadas, para conter o avanço das forças iraquianas em sua ofensiva para retomar a cidade do controle dos radicais.

O comandante das Operações Conjuntas, o general Abdelamir Yarala, disse em comunicado que os terroristas destruíram as pontes para impedir as forças iraquianas, que avançam na metade oriental de Mossul e pelas proximidades do rio Tigre, de chegar à parte ocidental da cidade.

As pontes de Mossul já tinham sofrido danos estruturais pelos bombardeios realizados desde outubro pelos aviões da coalizão internacional, que apoiam as tropas iraquianas, em uma tentativa de obstruir o envio de provisões e reforços ao EI.

No domingo passado, forças da Polícia Federal iraquiana e a brigada IX do Exército chegaram pela primeira vez à margem do rio Tigre, no sudeste de Mossul.

O oeste da cidade, onde está o aeroporto, segue controlado totalmente pelos radicais, mas as cinco pontes que conectam os dois lados estão seriamente avariadas pelos bombardeios, deixando os combatentes no leste parcialmente isolados.

Também no último domingo, após as tropas iraquianas chegarem à margem do rio Tigre, o EI colocou explosivos na maior das pontes de Mossul, que liga sudeste e sudoeste da cidade.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos