Para Otan possibilidade de Rússia influir em eleições dos EUA é "inaceitável"

Bruxelas, 13 jan (EFE).- O secretário-geral da Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan), Jens Stoltenberg, disse nesta quinta-feira ser "inaceitável" qualquer tentativa de influenciar um processo eleitoral nacional a partir do exterior, quando foi perguntado pela suposta ingerência da Rússia no pleito presidencial dos Estados Unidos através de ataques cibernéticos.

"Estamos preocupados com a cibersegurança. Vimos relatórios sobre ciberataques contra muitos aliados, e qualquer tentativa de influir nas eleições nacionais a partir de fora é inaceitável", indicou Stoltenberg, em entrevista coletiva ao lado do primeiro-ministro da Nova Zelândia, Bill English.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos