Rússia retira seis bombardeiros Su-24 de sua base na Síria

Moscou, 12 jan (EFE).- A Rússia retirou seis bombardeiros Su-24 da Síria como parte da redução de seu agrupamento aéreo no país árabe, informou nesta quinta-feira o porta-voz do Ministério da Defesa russo, Igor Konashenkov.

"Os primeiros seis bombardeiros Su-24 já retornaram ao território da Rússia desde a base aérea de Khmeimim (Síria)", ressaltou o porta-voz militar, que acrescentou que mais aeronaves de combate devem ser retiradas da Síria em breve.

Konashenkov tachou de "mentirosas" a informações divulgadas em alguns veículos de imprensa ocidentais sobre um aumento da presença militar russa na Síria.

O porta-voz explicou que, recentemente, quatro aviões de Su-25 foram enviados ao agrupamento aéreo russo no país árabe, mas garantiu se trata um rodízio de equipamentos.

Konashenkov lembrou que o porta-aviões "Almirante Kuznetsov", o cruzador "Pedro, o Grande" e outros navios, posicionados no leste do Mar Mediterrâneo para apoiar as operações na Síria, iniciaram no último dia 6 a viagem de volta à Rússia.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos